Aprender Criança 2018
22 a 25 de agosto de 2018
Centro de Eventos Ribeirão Shopping e Hotel Tryp - Ribeirão Preto (SP)

Instituto Glia

Logo Instituto Glia

 

Instituto Glia

 

Comitê Científico e de premiação:
Marco Antônio Arruda
Mauro de Almeida
Renato Arruda
João Espir Filho

O Instituto Glia Consultoria em Neurociências foi criado em 2006 na cidade de Ribeirão Preto e apresenta várias áreas de atuação. Na área clínica conta com profissionais que atendem crianças, adolescentes e adultos com os mais variados problemas neuropsiquiátricos, com foco de atuação nas áreas de Fonoaudiologia, Psicopedagogia, Neuropsicologia e Neurologia.
Seu fundador e diretor, o Dr. Marco Antônio Arruda, Neurologista da Infância e Adolescência, é Mestre e Doutor em Neurologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo e membro titular da Academia Brasileira de Neurologia, atua clinicamente na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo, desde 1990 (http://lattes.cnpq.br/2126629120184479).
A Dra. Lívia Ignácio de Freitas é Psicóloga especialista em Neuropsicologia e Terapia Cognitiva Comportamental da Infância e Adolescência, Mestre em Neurociências pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, Neuropsicóloga dos ambulatórios de Transtorno de Déficit de Atenção e Distúrbios de Aprendizagem do Núcleo de Atendimento Neuropsicológico Infantil do Hospital São Paulo (2007) e Neuropsicóloga do Instituto Glia desde 2008.
A Psicopedagoga Flávia Augusta Giacomini é Psicopedagoga com Aprimoramento em Distúrbios de Aprendizagem e Dislexia, Professora do curso de Pós-Graduação em Psicopedagogia da Universidade de Ribeirão Preto, atua como psicopedagoga na Clínica Integrar e  no Instituto Glia desde 2006.
A Fonoaudióloga Lislene Gasparini é Fonoaudióloga clínica, Especialista em Educação e Assistência da Criança Portadora de Paralisia Cerebral pela UNESP, Aprimoramento em Distúrbios de Aprendizagem e Dislexia, atua como fonoaudióloga na APAE de Ribeirão Preto, na Clínica Integrar e no Instituto Glia desde 2015.

Além da área clínica o Instituto Glia se destaca na área de pesquisas populacionais. Em 2009 o Dr. Arruda conduziu o "Projeto Atenção Brasil, um retrato atual da criança e do adolescente Brasileiro" que representa um dos mais amplos estudos já realizados em nosso país com uma amostra de mais de 6 mil crianças e adolescentes de 87 cidades e 18 estados Brasileiros. O Projeto Atenção Brasil teve como principais objetivos de estudo a investigação de fatores de risco e proteção em Saúde Mental e Desempenho Escolar e estudos de prevalência de cefaleias, bullying e Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade. Desde então, foram mais de 30 publicações em periódicos internacionais indexados e de alto impacto.

Instituto Glia

Em 2013 e 2014 a equipe do Instituto Glia desenvolveu a primeira fase do Projeto Escola da Diversidade, "Decifrando Códigos da Educação em São Sebastião do Paraíso". O estudo teve início com um amplo levantamento realizado através da aplicação de questionários aos pais e professores de 3.496 crianças do Ensino Fundamental I da rede pública da cidade de São Sebastião do Paraíso (MG). Em uma segunda etapa, todos os professores da rede receberam curso de capacitação em desenvolvimento infantil, transtornos mentais e de aprendizagem na infância, cognição e funções executivas totalizando 60 horas de atividades presenciais. A partir desses dados foi possível capacitar os professores da rede em intervenções de inclusão escolar e validar escalas ecológicas de avaliação de funções executivas em crianças do Ensino Fundamental I.

Instituto Glia

A partir de 2016 a equipe do Instituto Glia iniciou a segunda fase do Projeto Escola da Diversidade, "Decifrando Códigos da Educação em Delfinópolis: o Desafio da Canastra" onde foram avaliadas crianças e adolescentes do Ensino Fundamental II e Ensino Médio. Nessa fase foram validadas as referidas escalas comportamentais e de funcionamento executivo, além de aspectos referentes à resiliência e análise de rede social, tudo com o objetivo de iniciar medidas de intervenção em casa e na escola. O Projeto encontra-se em fase de levantamento de recursos para sua continuidade.

Instituto Glia

Desde 2009, o Instituto Glia vem desenvolvendo novas tecnologias e metodologias em Neurociência da Educação que resultaram no Método Glia

Instituto Glia

O Método Glia é um programa educacional em que conhecimentos científicos sobre o cérebro infantil são aplicados para identificar e estimular as habilidades e dificuldades de cada criança, viabilizando um desenvolvimento pleno e alto desempenho escolar.
Com base em evidências científicas atuais, pesquisas populacionais e trinta anos de experiência clínica em desenvolvimento infantil, esse método representa uma valiosa e inédita ferramenta para a educação no século 21.
A aplicação do método consiste em duas etapas. A primeira consiste em identificar  as dificuldades e habilidades de cada criança através de questionários preenchidos por ela (se alfabetizada e com 9 ou mais anos de idade), por seus pais e professor, disponíveis em uma plataforma digital que processa os dados e emite relatório completo que ilustra as habilidades e dificuldades a serem reabilitadas ou estimuladas pela intervenção.

Instituto Glia

A segunda etapa é de intervenção e consiste em capacitar/orientar os pais, o(s) professor(es) e terapeutas a como reabilitar as dificuldades e estimular as habilidades daquela criança em sua singularidade.
O Método Glia tem como alvos de avaliação e intervenção: saúde mental (bem estar psíquico), habilidades sociais, funções executivas "quentes" (regulação emocional e inibição comportamental), funções executivas "frias" (objetivar, planejar, organizar, iniciar, focar, perseverar, monitorar, flexibilizar e operacionalizar), metacognição (estratégias de estudar, escutar, anotar, ler, compreender, redigir, pesquisar, se preparar e fazer provas) e motivação escolar.

 

Instituto Glia

 

Com programas similares apenas no Hemisfério Norte, o Método Glia tem como marca registrada do seu ineditismo o sistema online de avaliação e identificação da diversidade infantil e a aplicação das intervenções pelos principais agentes educacionais, sejam eles pais, professores ou terapeutas em atuação com a criança ou o adolescente.
O Método Glia se destina a todas as crianças e adolescentes com idade entre 6 e 18 anos, com ou sem dificuldades comportamentais, emocionais ou de aprendizado. Crianças que apresentam necessidades educacionais especiais ou deficiências (visual, auditiva, motora ou intelectual) podem igualmente ser bastante beneficiadas pelo método.
Para mais informações visite a página www.brain4child.com.br

Brain 4 Child

Patrocinador
Método Glia
Colaborador
Book Toy
Expositor
Casa do Psicopedagogo
Idea Jogos Pedagógicos
Pingo no I
SAE Digital
Wak Editora
Apoio
ABD
ABDA
ABPP
Academia Brasileira de Neurologia
Ciapre
FEAPAES-SP
Fundação Panda
Instituto ABCD
SBP

Realização
Instituto Glia
Organização
Oxford Eventos
site: an.design criação de sites e mídia digital